FalaFreela#104 – Viva de Propósito

Quando li o excelente artigo “A armadilha do faça o que você ama”, lá no blog da Contente.vc, minha intenção inicial era apenas a de compartilhá-lo com vocês através de nossos canais sociais. Mas aí, depois de refletir por algum tempo, notei que sua função seria maior do que um link ou post na Fan Page, a discussão precisaria continuar em outros termos. E que “termos” melhores do que mais um episódio da meia hora mais valiosa do seu dia?

Mas, apenas repetir os termos muito bem detalhados por Bárbara Castro no artigo seria um desperdício do, como acabei de reafirmar acima, valioso tempo dos ouvintes.

Então, no melhor clima “aumentando um ponto ao conto”, convidei o pessoal da rede de desafios Mude.nu, na figura do André Valongueiro para participar da bancada. Se o trabalho não precisa ser sua fonte primordial de felicidade, o que seria? André nos trouxe uma valiosa caixa de ferramentas, na forma da abordagem proativa que seu serviço busca oferecer.

E como em toda boa discussão, terminamos com mais perguntas do que respostas: quem disse que a felicidade está no trinômio carreira-ganhos financeiros-consumo? Quantos pódiums existem afinal na sociedade? Será que tem lugar para todo mundo no topo? E quando isso (de não chegar ao topo) acontece, o que você faz? Em que você se torna? Ou, melhor ainda: isso essencialmente vai mudar aquilo que você sempre foi?

Um programa especial por seu tema e mais ainda por seus desdobramentos futuros o “Viva de Propósito” tem a função nada secreta de dar uma sacudida em sua cabeça. E estimular a contínua busca por novas e mais completas formas de se viver nesse redondo mundão, um pálido ponto azul que alguns chamam de casa e outros de palco.

Agora é dar o play, fazer o download ou aproveitar o aquivo no formato .ZIP.

 

FalaFreela#103 e as mulheres empreendedoras

supermulher_imagembase_v2

Itunes_podcast_icon_300 Assine o nosso feed no iTunes!

Esqueça as piadas de salão, o ônibus lotado ou a polêmica questão dos salários com valores defasados. Esta semana, na meia hora mais valiosa do seu dia vamos conhecer algumas histórias de mulheres que encararam a barra que é empreender em Brazólia, com a cara (linda) e a coragem (e um pouco de cautela também).

Será que mulheres têm uma “pegada” diferente na hora de montar seus próprios negócios? São mais detalhistas, são mais inseguras, são mais corajosas? E o sexismo, que existe sim em nosso país? Como elas encaram as cantadas, o “fica quietinha aí no seu canto que o papo agora é sério, menina?”

O programa promete. E cumpre! São 30 minutos com muitas e muitas provocações que vão colocar todos para pensar. O recado central é que, meninos, precisamos nos policiar para encarar a mulher APENAS como um empreendedor como outro qualquer. E meninas: continuem neste trabalho que faz a gente acreditar e propagar a frase anterior, ok?

Agora é dar o PLAY e debater! Se preferir, pode também baixar a versão .ZIP

 

FalaFreela#102 e a receita de se tornar inesquecível

Itunes_podcast_icon_300 Assine o nosso feed no iTunes!

Concorrência. Sempre que falamos do tema, abordamos a questão sob o ângulo da ameaça externa, ou seja, você em comparação com “o outro”. Alguém que trabalha melhor do que você, ou que cobra menos, o que é mais bonito… enfim, a concorrência é sempre de alguém lá fora que está na batalha, e às vezes, tem uma arma maior do que a sua.

Depois desse papo pra lá de instrutivo que tivemos com o Fábio Carvalho (meemblogando.com.br), contudo, passo a pensar que na análise dessa questão temos que considerar outra dimensão: a pessoal. A concorrência pode vir de você mesmo.

Este raciocínio toma corpo quando analisamos nossas limitações, nossa forma de nos relacionar com clientes, de vender nosso trabalho, de encantar quem nos contrata e, sobretudo, de termos em nossa própria cabeça, a real dimensão e descrição de nosso talento.

Só a título de “teaser”, faça um exercício rápido. Nos comentários, diga exatamente o que você faz, em até 140 caracteres. Você vai ver que é bem mais difícil do que parece!

Para “envelopar” essas questões, aproveitamos uma resenha que o próprio Fábio vez, do livro “Book YourSeld Solid”, de Michael Port, executivo de TV que pediu demissão para fazer o que gostava. Na obra, Michael dá algumas dicas fundamentais para quem quer ser inesquecível em suas relações profissionais. Marcar gols, sem deixar de trabalhar com os clientes com os quais sempre sonhou. Quem não quer isso, né?

Para descobrir qual é o segredo, dê o PLAY, faça o download ou, se preferir, baixe o arquivo no formato .ZIP.