Penso#23 – Em busca da paisagem sonora de 2020

P

siga: spotify / telegram / news / insta

Este poderia ser um programa sobre convergência. De como indicações e temas de pesquisa entram em sincronia e apontam para a mesma direção. E como essa direção encontra do outro lado de sua jornada uma pergunta fundamental: qual seria a paisagem sonora que melhor representaria este ano tão complexo de 2020?

Mas falemos de indicações e temas de pesquisa primeiro. O podcast SerSonoro.net chegou aos meus ouvidos a partir do contato com o produtor musical Mauricio Domene com o qual divido alguns projetos pessoais e profissionais. “Ouça isso aqui que o pessoal da USP me enviou“.

Ouvi. Estava ali no trabalho de Fernando Cespedes a melhor versão “pop” dos conceitos ao redor da pesquisa de som e da origem da música e seus silêncios. Dos sons e de sua melodia. E ouvimos atentos sobre a obra que é só silêncio (A 4:43 do John Cage), e da tribo que ao simular uma cerimônia sobre o Luto quase começou uma guerra. Enfim, um dos podcasts mais interessantes, pois denso e divertido ao mesmo tempo, deste 2020.

O mesmo ano em que iniciei não sem atropelos meu Mestrado – contei essa jornada neste episódio – e, em suas matérias me deparei com questões semelhantes àquelas tratadas no podcast do Doutor em Música da USP. E, em uma delas indiquei o SerSonoro para turma. E em uma dessas turmas, fui chamado a colaborar com o Grupo de Pesquisa Convergência e Jornalismo – ConJor. Fazendo o quê? Apresentando o mesmo podcast – em formato resenha – para os integrantes desse GP. Convergência, não falei?

E aqui voltamos à questão título deste episódio. Digo isso porque ao dramatizar essa resenha, reconstruindo ambientações das primeiras experiências sonoras que tive na infância, ficou claro que o programa soaria incompleto se eu pelo menos não tentasse atualizar essa minha experiência.

Se começo o programa revisitando minha interação com a reconstrução do som estéreo em um VINIL dos anos 70, como essa experiência com o mundo do som poderia ser atualizada? Em uma pergunta: como andaria nossa relação com os sons nesse mundo confinado? Foi essa a questão central que propus próprio criador do podcast que gentilmente, me concedeu uma entrevista em áudio.

Agora é com vocês: cliquem no PLAY e sigam a conversa em nossa grupo no Telegram!

Sobre o autor

Mauro Amaral

Meu principal foco de atuação é a criação de projetos de conteúdo interessantes, divertidos e leves para marcas, organizações e produtos.

Em função desta opção, transito bem entre jornalismo, publicidade e entretenimento, pesquisando continuamente e filtrando ativamente as tendências do momento para aplicá-las no dia a dia dos meus clientes.

Construo, mantenho e estimulo equipes criativas há 10 anos; com especial predileção por identificar novos talentos e trabalhar potenciais multidisciplinares.

Venha conversar

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

por Mauro Amaral

Mauro Amaral

Meu principal foco de atuação é a criação de projetos de conteúdo interessantes, divertidos e leves para marcas, organizações e produtos. Em função desta opção, transito bem entre jornalismo, publicidade e entretenimento, pesquisando continuamente e filtrando ativamente as tendências do momento...

Ouvir no Spotify

Ouvir no iPhone

Ouvir no Google Podcasts

Ouvir no PocketCasts

Nós

%d bloggers like this:
/* ]]> */